Home
- Efeitos da Aromaterapia (Fabian Laszlo)

Acompanhe agora a entrevista com Fabian Laszlo sobre os "Efeitos da Aromaterapia".

TOQUE ATIVO: A aromaterapia é uma prática milenar.
Como a ciência trabalha hoje com essências para curar doenças?

FABIAN LASZLO: O termo Aromaterapia foi criado em 1928 por René-Maurice Gattefossé através de um texto escrito para uma revista. De lá para cá, o conhecimento científico a cerca do uso terapêutico dos óleos essenciais cresceu muito. Surgiu uma quantidade enorme de pesquisas confirmando propriedades antibióticas, analgésicas, antiinflamatórias e anticancerígenas. Só para se ter idéia, um estudo realizado no ano de 2006 na USP de Ribeirão Preto, mostrou que o óleo de copaíba possui potencial antiinflamatório 2 vezes mais forte do que o diclofenaco de sódio, o medicamento tradicionalmente usado, quando empregados na mesma dosagem. Além disso, variadas outras pesquisas demonstraram que associando óleos essenciais com antibióticos alopáticos (cetoconazol, anfotericina, norfloxacina, por exemplo), é possível reduzir a dosagem dos alopáticos, ter melhores efeitos terapêuticos, diminuindo também os efeitos colaterais e resistência dos microorganismos.
TOQUE ATIVO: Quais as pesquisas que existem que comprovam o poder do uso de óleos para tratar doenças? Temos uma flora imensa, portanto, quais os institutos que pesquisam e o que estão divulgando?
FABIAN LASZLO: No Brasil as pesquisas e o interesse pelo uso de óleos com finalidades terapêuticas, têm crescido cada vez mais nos últimos anos. Universidades Federais como a UFV, UNICAMP, USP e outras, tem desenvolvido nos últimos anos uma série de estudos neste sentido. Ainda falta muito a ser pesquisado, mas as perspectivas são boas e eu acredito que em poucos anos os SUS também estará servindo-se do uso de óleos essenciais como já faz com a fitoterapia, beneficiando principalmente a população de baixa renda.

TOQUE ATIVO: Quais os tipos de óleos e tratamentos. E os custos?

FABIAN LASZLO: A vantagem do emprego dos óleos essenciais no tratamento de doenças vem exatamente do fato de possuirem menores efeitos colaterais do que os medicamentos alopáticos, e conforme o óleo, baixo custo. Por exemplo, uma pesquisa realizada na Inglaterra com 8.058 mulheres grávidas mostrou que a utilização de óleos essenciais como a lavanda, camomila romana e sálvia esclaréia através da inalação e massagem, foram capazes de reduzir o uso de opióides anestésicos de 6% em 1990 para 0,4% em 1997 nas mulheres durante o parto. A economia resultante desta prática é enorme para o sistema de saúde público, além da redução dos riscos com a aplicação de anestesia peridural. Nós temos atualmente pesquisas mostrando grande eficácia do uso de óleos essenciais no tratamento de piolho, sarna, candidíase, doenças de pele, desordens respiratórias, síndrome do intestino irritado, etc. Em países desenvolvidos na Europa, como a França, Bélgica e Alemanha, os óleos essenciais já são utilizados amplamente, não só por terapeutas, mas por médicos, enfermeiras e psicólogos. No Brasil isto ainda está começando a acontecer. Junto da Universidade Federal de Viçosa, estamos desenvolvendo um trabalho de ensino desta prática através de um curso de extensão universitária em Aromatologia. Esta experiência mostra grande abertura dos meios acadêmicos à pesquisa, aplicação e estudo dos óleos essenciais e a chance futura da ampliação deste tipo de conhecimento a toda a população.


TOQUE ATIVO: Explique os efeitos químicos e biológicos dos principais?

FABIAN LASZLO: O limoneno, um componente encontrado no óleo de limão e laranja, apresentou a capacidade de aumentar a síntese no corpo da enzima glutationa, um dos mais importantes antioxidantes de nosso organismo. Sabe-se que quando uma célula não é capaz de fabricar glutationa, ela não consegue se livrar de radicais livres que são formados em seu interior, e com isso esta célula pode ser destruída ou se transformar em câncer. Com isto, óleos ricos em limoneno, geraniol, linalol e outros componentes capazes de aumentar a fabricação de glutationa nas células, têm se apresentado como drogas capazes de reduzir o avanço do câncer em fase inicial. Além disso, parte da capacidade regeneradora e rejuvenescedora que os óleos essenciais possuem e que os faz serem utilizados em cosméticos, está associada a esta capacidade de eliminar radicais livres, que são moléculas que podem acelerar o envelhecimento, quando presentes na pele e no interior do corpo. Exemplos de óleos ricos neste efeito são o gerânio, rosa, lavanda, pau rosa, limão, laranja, entre dezenas de outros. Na parte cosmética por exemplo, pesquisas realizadas pela empresa francesa Soliance, mostrou que o óleo de mirra (Commiphra mukul) possui a capacidade de aumentar a concentração de triglicérides na pele nas áreas onde existem fissuras. Ao prencher estas fissuras, as rugas e pés de galinha tendem a desaparecer do rosto. Este efeito costuma ser visto em menos de um mês de uso.


TOQUE ATIVO: Explique os efeitos psicológicos?

FABIAN LASZLO: Há um número variado de estudos feitos no campo da psicologia ou medicina tentando comprovar o efeito psicológico dos óleos essenciais. Uma pesquisa japonesa, mostrou que os óleos de rosa e patchouli causaram uma queda de 40% na atividade do sistema nervoso simpático das pessoas participantes da pesquisa, sendo por isso exclentes relaxantes se usados no ambiente. A inalação do óleo de pimenta negra causou um aumento de 1,7% da concentração de adrenalina no sangue, enquanto a rosa causou uma queda de 30% na adrenalina presente no sangue dos participantes. É mais do que comprovado que existem óleo capazes de reduzir sintomas associados à insônia, como a lavanda, aumentar a energia, reduzindo estados de sonolência e cansaço, como o alecrim QT1 e o hortelã pimenta, além de poderem ser eficazes como o gerânio, no alívio da dor causada pela perda de um marido ou uma esposa, e ainda do medo.

 


TOQUE ATIVO: Os tratamentos têm efeitos colaterais? O uso do limão, por exemplo que ajuda no tratamento de câncer, e é barato?

FABIAN LASZLO: Bom, antes da utilização por parte da ciência de qualquer tipo de produto no tratameto da saúde, eles são testados inúmeras vezes até se chegar à conclusão de que são além de eficazes, também seguros. A França tem pelo menos 80 anos da utilização de óleos essencias no tratamento de saúde das formas mais variadas, inclusive internas. No caso do limão, se identificou que ele é muito pouco tóxico e que pode ser utilizado por anos em pessoas com câncer. Isso também foi visto com vários outros óleos essenciais. Contudo, a toxidade de cada óleo é muito diferente, e temos que colocar aqui, que existem óleos muito tóxicos também. É o caso dos óleos de arruda, erva-de-santa-maria, boldo, etc. No tocante a alergias, existem óleos terapêuticos muito potentes como a canela, que é altamente eficaz como antiinflamatório no tratamento de artrite reumatóide por via externa, contudo é o exemplo de um óleo que nunca pode ser empregado puro na pele, pois pode causar sérias queimaduras. Outros, como o tea tree, um óleo antibiótico natural de origem australiana, em testes realizados ao longo de 4,5 anos na Fundação Victoria da Pele e do Câncer na Austrália, com patch e óleo essencial de tea tree oxidado, apresentaram apenas 41 casos de dermatite alérgica de contato em 2.320 pessoas (1,8%). Ainda assim, há de se ter cuidado em seu uso puro em pessoas com tendência a ter alergias.

 


TOQUE ATIVO: No Nordeste a gente tem muita copaíba, super fácil nas farmácias, mas as pessoas nem sabe com o usar. Como vc poderia sugerir ?

FABIAN LASZLO: Bom, como eu disse, a copaíba possui pesquisas que a validam como um antiinflamatório potente, além de suas propriedades cicatrizantes, antiulcerativas e anticancerígenas. No uso externo, para o tratamento de feridas, reumatismo, etc, ela pode ser empregada pura ou diluída de 5-10% em algum óleo carreador. Deve ser utilizada três vezes ao dia durante pelo menos 30 dias para avaliação dos resultados. O uso interno eu acho melhor deixar à parte, pois neste caso devem ser levadas em consideração dosagens individualizadas e pessoas que possuem desordens do fígado, podem ter problemas com o uso interno com a copaíba. Contudo, quando bem administrada, tendo o acompanhamento de um bom profissional competente, a copaíba consegue reduzir o fator reumático no sangue, acelerando em muito a cura de doenças inflamatórias às vezes resistentes ao tratamento com diclofenaco ou corticóides. Mas friso, todo o acompanhamento deve ser feito em paralelo com a ajuda de um médico e um aromatolólogo gabaritado a este tipo de prática.

TOQUE ATIVO: Existe tratamento para emagrecimento?

FABIAN LASZLO: Vamos voltar lá atrás no óleo de limão. Um número variado de pesquisas realizadas com óleos cítricos, tanto com animais, quanto seres humanos, confirmou que o óleo das frutas cítricas como a laranja, limão, tangerina, grapefruit e a lima, são capazes de aumentar a lipolise, ou seja, a queima de gorduras. Eles fazem isso por um mecanismo de ativação do metabolismo via sistema nervoso, contribuindo desta maneira em regimens de perda de peso. Os resultados acontecem com o seu uso interno e também pela inalação diária. Em mais de 10 anos com a prática do uso da Aromaterapia, vi grandes melhoras do uso destes óleos em pessoas obesas. Contudo cada caso é um caso, e existem pessoas que parecem não responder de maneira 100% satisfatória. Mas digo, vale a pena tentar. O simples uso de uma limonada suiça (sem açúcar, ou adoçada só com mel), tomada todos os dias pela manhã e noite, dada a concentração de óleos essencial da casca de limão no suco, já dá um resultado incrível. Além destes óleos, o gengibre também foi outro que apresentou resultados positivos na perda de peso. Uma pesquisa japonesa mostrou que se usado junto com a alimentação, o gengibre ralado é capaz de reduzir a absorção de gorduras pelos intestinos, o que ajuda progressivamente na perda de peso. Talvez seja por isso que no Japão existam poucos casos de obesidade, pois lá eles comem muito gengibre.

TOQUE ATIVO: Para melhorar a vitalidade e os afrodisíacos. O que vc sugere para o Dia dos Namorados?

FABIAN LASZLO: Ah, uma boa pergunta, já que afrodisíacos interessam a todos. Tenho a dica no uso do ylang ylang, uma flor de origem oriental, que desperta nas pessoas a afetividade e o carinho, e melhora bastante a relação do casal. Além disso temos óleos mais terrosos e fortes, como o vetiver, patchouli, gengibre, priprioca e nardo, que possuem um efeito estimulante e tonificante das glânduals sexuais e segundo a observação em vários países, tendem a melhorar o desejo sexual. Você pode empregar eles diluídos em algum óleo carreador a 3% para uso na massagem, além de aromatização do ambiente com alguns destes óleos através de um difusor. Mas vou dar uma dica culinária. Para quem não sabe, os óleos essenciais são amplamente empregados pela indústria para dar sabor a alimentos, como sucos, refrigerantes, doces, sopas, etc.

Você pode fazer uma noite especial com o seguinte:

Derreta 100 gramas de chocolate amargo ou meio-amargo Acrescente 4 gotas de óleo essencial de vetiver Misture bem e neste chocolate derretido, passe morango e dê para seu amor comer! Chocolate, morango e vetiver, não tem mistura mais afrodisíaca e gostosa do que esta.
TOQUE ATIVO: Onde as pessoas podem encontrar óleos essenciais e todos os produtos no mercado são confiáveis?
FABIAN LASZLO: Os óleos essenciais podem ser encontrados em farmácias, lojas de produtos naturais e em sites especializados na internet. Gostaria contudo de frisar que muitos óleos essenciais vendidos no mercado, são na verdade essências sintéticas sem nenhum potencial terapêutico.Elas servem somente para aromatização, não para tratamento. Além disso, as plantas aromáticas podem mudar a sua constituição química conforme o local de seu cultivo. Isso pode dar origem a diferentes raças químicas (quimiotipos) de óleos essenciais, que acabam tendo propriedades terpêuticas, cosméticas e psicológicas diferentes. Por exemplo, o tomilho é uma planta com 10 raças químicas. Aquelas que possuem timol e carvacrol, terão propriedades anticancerígenas e serão fortes antibióticos. As que possuem geraniol, terão um delicioso perfume de rosas e ação regeneradora da pele. As ricas em linalol serão um bom fixador de perfumes, imunoestimulantes, sedativas e cicatrizantes. Outras variedades ricas em cineol e borneol são expectorantes e em citral relaxantes e hipotensoras. Assim, é muito importante que na hora de comprar, o cliente se oriente com um aromaterapeuta, ou mesmo o vendedor, sobre que produto ele deve comprar, para que sejam obtidos os melhores efeitos no tratamento. Olhando por este lado, não adianta o produto ser só natural, ele precisa também ter os princípios ativos necessários para que dê efeito. Todas as técnicas , sejam elas da índia, china, ou clínica de estética buscam isso, desintoxicar o corpo.

TOQUE ATIVO: Como vc vê essa busca pela saúde no Brasil?

FABIAN LASZLO: Tem crescido gradativamente, sendo vista na verdade, como uma busca pela qualidade de vida. Mas ainda falta muito trabalho de conscientização. Só para te dar um exemplo, todos os anos aumenta a quantidade de pessoas obesas em nosso país. Mas elas não são obesas por que comem bem e tem saúde, mas pelo contrário, por que comem tão mal, que engordam, fragilizam seu sistema imunológico e ficam propensas a ter doenças. Inúmeras pesquisas científicas ligam a obesidade a doenças cardíacas, distúrbios circulatórios como a ateroesclerose e hipertensão. Falta ao meu ver ao brasileiro, saber selecionar o que faz bem do que faz mal na sua dieta, e uma alimentação saudável, rica em frutas, legumes, verduras e cereais integrais, pode ser muito prazeirosa ao paladar. Na verdade, o sabor de uma comida rica em nutrientes ou pobre neles, está na mão do cozinheiro! Outra coisa que gostaria de dizer é sobre os fast foods (self services). Há quem diga que não come direito por que almoça em self services. Mentira! Hoje existem self services com uma variedade de saladas excepcional, e só come errado quem quer. Eu às vezes almoço em self services e meu prato é o mais colorido da mesa, comparando ao das outras pessoas que só colocam arroz, feijão, batata e carne. Um sistema imunológico forte, se constrói com vitaminas encontradas somente em alimentos crus como verduras e frutas, gostaria de frisar isso. Os outros alimentos devem estar presentes sim, mas os crus devem ser a prioridade no prato, e o segredo pela atração por eles está no tempero, na mão do cozinheiro, como eu disse!

TOQUE ATIVO: Quais as novidades disponíveis no mercado?

FABIAN LASZLO: À medida que no Brasil cresce o interesse pela aromaterapia, tem surgido também muitos óleos essencias novos obtidos de plantas brasileiras. É o caso do óleo de breu (almescla), que possui propriedades imunoestimulantes poderossísimas similares às do óleo de olíbano, ou do óleo de pindaíba, forte antisséptico natural. Podemos citar ainda óleos de macassá (catinga de mulata), aroeira (pimenta rosa), etc. Todos muito empregados também pela indústria de perfumaria.


TOQUE ATIVO: Para concluir, comente alguns casos de pessoas que se curaram com uso de óleos. E quais as principais dificuldades enfrentadas.

FABIAN LASZLO: Bom, caso é o que não falta. Uma Aromatóloga, nossa aluna em Campinas, tem tido excelentes resultados em dezenas de casos de pessoas de tratamento de cálculos renais e vesiculares. Geralmente o óleo mais utilizado é o de pinheiro silvestre nestes casos. O óleo age derretendo o cálculo, que se quebra em pedrinhas muito pequenas e acaba sendo eliminado pela urina. Tal prática, já é feita na Europa com medicamentos registrados e pesquisados como o Rowatinex, ricos em óleos essenciais. Eu, particularmente vi dezenas de pessoas obterem resultados no tratamento de ateroesclerose usando óleo de limão. Componentes presentes no óleo como o limoneno e o gama-terpineno, possuem estudada ação anti-oxidante sobre o LDL, e efeito solvente de placas de gordura grudadas nas artérias. O acompanhamento realizado com a ajuda de um médico, acaba mostrando que após 3-6 meses de tratamento, pessoas que antes tinham apenas 20% de circulação livre, chegam a aumentar isso para 80%. A vantagem: sem nenhum efeito colateral, possibilidade de substituição progressiva da parte do médico dos medicamentos tradicionais e que possuem graves efeitos colaterais, e melhora sensível na qualidade de vida do paciente.
Os dois casos atrás são de tratamentos com o uso interno de óleos essenciais, uma prática comum na França, mas nova no Brasil e que só deve ser feita mediante a orientação de um profissional competente. Externamente posso citar as micoses de unha, onde o tratamento é fantático com o óleo de tea tree puro sobre o local, duas vezes ao dia por 30-45 dias. Na parte psicológica, já vi pessoas que sofriam de grave insônia, conseguirem dormir de forma profunda simplesmente com a inalação diária de lavanda todas as noites no quarto. E ainda posso citar, agora que vem o frio, o uso do óleo de hortelã pimenta no tratamento de sinusite e bronquites por inalação. Se utiliza em um vaporizador de máscara ou água quente cerca de 2-3 gotas com inalações diárias de 15-20 minutos. Limpa todo o catarro.

Fabian Laszlo Aromatólogo, pesquisador de Óleos Essenciais Professor do curso de extensão universitária de Aromatologia da UFV Proprietário da empresa LASZLO de Aromaterapia. www.aromalandia.com.br

 

LOCAL DE VENDA

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS ARTIGOS


 
Ágape Sistemas© 1999-2009. Soluções em Internet e Software Livre.