Home Apresentação Canais de Atendimento

 

 


O óleo de abacate possui em sua composição várias substâncias medicinais.

 

Entre as mais ativas temos:

· Lecitinas

· Fitoesteróis (beta-sitosterol especialmente)

· Ômega 9 (ácido oleico)

· Vitaminas: A, D e um alto teor de vitamina E.

A vitamina E é conhecida por ser um poderoso antioxidante que age inibindo a formação de radicais livres, ajudando assim a diminuir os sinais de envelhecimento.

Em estudos clínicos o beta-sitosterol demonstrou reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue. Quando usado junto à comida (2,5ml), ele se associa as gorduras e age bloqueando a absorção do colesterol pelo corpo. Age diretamente no fígado equilibrando os níveis de colesterol no sangue, o LDL (mau colesterol) diminui, enquanto o HDL (bom colesterol) sobe.

Estudos científicos comprovam que o b-sitosterol é o mais efetivo remédio conhecido para os problemas de próstata. Ele age reduzindo a dilatação da próstata (hiperplasia prostática), prevenindo e ajudando no seu tratamento.
Na mulher, o b-sitosterol também age positivamente causando um efeito antiestrogênico, prevenindo os efeitos indesejados dos níveis altos de estrógenos no corpo como: retenção de líquido e aumento do peso, especialmente nas fases de TPM.

O b-sitosterol age também aumentando a proliferação de linfócitos no corpo e a atividade das células NK (natural killers) que agem matando os microorganismos  invasores. Em câncer, age suprimindo a carcinogênese e no HIV fortalecendo o sistema imunológico.

Frações insaponificáveis do óleo de abacate apresentaram, eficientes propriedades anti-inflamatórias e da síntese de proteoglicanos nas cartilagens, tendo efeito nos sintomas da osteoartrite de joelho e quadril. A baixa produção de proteoglicanos causa a redução no volume do tecido cartilaginoso, por ser incapaz de atrair água suficiente, o que gera desgaste das cartilagens por desidratação.

O óleo de abacate possui também um carotenoide chamado luteína que ajuda a proteger o organismo contra o câncer de próstata e doenças dos olhos como catarata e degeneração da mácula.

A substância d-perseitol presente no óleo de abacate age como diurético.

O b-sitosterol é um normalizador do açúcar no sangue e nos níveis de insulina no diabetes tipo I e II.

É um excelente óleo para emprego culinário combinado com o azeite de oliva. Podendo dar um sabor cítrico com óleo essencial de limão. Para 100ml  da mistura de azeite de oliva extravirgem e óleo de abacate extravirgem acrescentar de 5 à 10 gotas de óleo essencial de limão.

 

Na pele o óleo de abacate estimula a síntese de colágeno, o que retarda a formação de rugas e estrias. Usado também em vários problemas como dermatites, inflamações, prevenindo marcas e queloides. Possui propriedades eficientes na cicatrização de feridas de escaras. Os fitoesteróis que possui  proporciona ao óleo  propriedades bactericidas, antivirais fungicidas e antiinflamatórias.

Deise Fonseca
Aromaterapeuta/Profª do Instituto Brasileiro de Aromatologia
Fonte do texto: www.laszlo.ind.br - Fabian Laszlo

 

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS ARTIGOS

 

 
Ágape Sistemas© 1999-2009. Soluções em Internet e Software Livre.